O presidente da República, Cavaco Silva, condecorou na terça-feira um cidadão chinês que há 15 anos foi condenado em Portugal pelo crime de auxílio à imigração ilegal.

Apesar de sempre ter clamado inocência, Jin Guoping foi condenado a 15 meses de prisão, pena que foi suspensa, depois de em 1994 ser considerado o principal responsável de uma rede que tentava passar cidadãos chineses a partir da península Ibéria para os Estados Unidos.

Na terça-feira o cidadão chinês, que vive em Portugal há cerca de 20 anos e que de início desempenhou a função de tradutor, acabou por receber a Ordem do Infante D. Henrique sem que ninguém soubesse que no seu registo criminal existia uma condenação, conforme refere a TSF. A mesma rádio diz que no processo de candidatura de Jin Guoping não havia indícios da alegada prática do crime e que o registo criminal nem sequer chegou a ser examinado.

Notícia publicada no Jornal O Publico do dia 26 de Novembro de 2009

“”Portugal está a caminho de se transformar numa república em que as bananas crescem num lodaçal (…) Mas é muitíssimo bem feito. Elegeram essa gente? Pois têm o que merecem… Assoem-se lá a esse guardanapo. Besuntem-se com o resultado. Amanhã ainda vai ser pior…”

Vasco Graça Moura, “Diário de Notícias”, 18-11-2009

Enquanto o debate em Portugal limita-se ao assunto das eleições e das polémicas com a justiça, fica no entanto cada vez mais claro (para mim) que a crise mundial ainda não atingiu verdadeiramente o nosso país.

A crise que verificamos diáriamente em Portugal é a meu ver cada vez mais o produto de más politicas e decisões governamentais, que constantemente nos últimos anos tendem a punir quem trabalha e lucrar quem não o faz.

Infelizmente esta análise não é idêntica quando olhamos lá para fora. O mundo em geral está mesmo a passar pela crise.

Traditional PubsDurante o dia de hoje, a imprensa internacional tem revelado um número preocupante em termos dos sectores económicos. Um dos negócios mais tradicionais do Reino Unido está em crise profunda. Falo dos conhecidos Pubs.

Segundo o que foi revelado pela BBC, no primeiro semestre do ano, os Pubs estão a fechar as portas a uma média de 52 por semana!

Ora para quem alguma vez viveu no Reino Unido, ou simplesmente passou nesses locais umas férias, sabe que os Pubs são quase como lugares de culto das populações locais. Se chegamos ao ponto onde as pessoas deixam de efectuar algo que está quase no sangue, é um mau prenúncio.

Um sinal muito claro e preocupante da intensidade verdadeira da crise…

É um hábito cada vez mais público considerar que a partilha ilegal de arquivos é inimiga do desenvolvimento. Mas um recente estudo efectuado vem demonstrar o contrário. A partilha de arquivos, mesmo que seja ilegal, beneficiou a sociedade, originando o maior aumento de sempre na produção cultural!

Um estudo realizado pelos economistas Felix Oberholzer-Gee e Koleman Strumpf, da Harvard Business School, revela que os prejuízos provocados pela partilha de ficheiros são mais reduzidos do que aquilo que se pensa e costuma-se afirmar.

Apesar de a venda de álbuns ter sofrido um decréscimo, desde 2000, a criatividade e produção cultural nunca foi tão auspiciosa como nos dias de hoje. Em 2007 foram lançados 79,6 mil álbuns, incluindo 24,1 mil trabalhos digitais, face aos 35,5 mil editados em 2000.

Entre as diversas conclusões retiradas pelos próprios economistas temos que por um lado o download de ficheiros protegidos por direitos de autor não representa, necessariamente, uma venda perdida, podendo incentivar a aquisição das músicas originais, o que não se traduz em efeitos económicos tão negativos como é defendido. Por outro lado, se existir alguma perda de receita, a mesma pode ser compensada de outros modos, como por exemplo, a presença de mais público em concertos.

É de certa forma caricato ver o resultado da sondagem ir contra o que muito se defendia. Há coisas assim…

Um exemplo de dedicação. Um senhora de idade já avançada cumprindo o dever de votar em Baleni,uma aldeia a cerca de 60Kms de Bucharest.

Um exemplo de dedicação. Um senhora de idade já avançada cumprindo o dever de votar em Baleni,uma aldeia a cerca de 60Kms de Bucharest.

Chegaram as férias do Verão para o mundo do futebol. E com isso aproxima-se a loucura de transferências de jogadores, treinadores e associados.

Com a recente entrada de Florentino Perez para a liderança do Real Madrid é de esperar grandes agitações. E é logico que a agitação provocada por Perez irá criar semelhante agitação em clubes rivais, como por exemplo o Barcelona FC.

Kaká, novo jogador do Real Madrid

Kaká, novo jogador do Real Madrid

Confirmado até este momento é a mudança do jogador brasileiro Kaká do AC Milan para o Real Madrid a troco de 67 milhões de euros.

Ricardo Izecson dos Santos Leite, mais conhecido no mundo do futebol por Kaká, nasceu a 22/04/1982 no Brasil. Na carreira profissional passou por clubes como o S.Paulo (Brasil) e mais recentemente o AC Milan (Itália). O palmarés do atleta é já longo apesar da idade que tem, incluindo o campeonato de Itália em 2004, o campeonato do Mundo em 2002, a Champions League em 2007, a Taça das Confederações em 2005, entre muitos outros títulos colectivos. A nível pessoal já foi premiado com a Ballon d’Or em 2007, Fifa World Player em 2007, melhor goleador da Champions League em 2006/07, entre muitos outros.

Nas especulações de possíveis transferências temos que realçar as seguintes:

cristiano_ronaldoO jogador português do Manchester United, Cristiano Ronaldo, parece mesmo estar a caminho do Real Madrid, quando surgem cada vez mais rumores de que um acordo entre clubes já teria sido alcançado com verbas a rondar os $100 milhões de dolares. De certeza que nos próximos dias teremos mais novidades sobre esta possibilidade.

Outro jogador do Manchester United que tem sido muito falado para uma possível saída, é o avançado argentino Carlos Tevez. Tevez está a ser apontado para o eterno rival do United, Manchester City, cujo dono é o xeque Sulaiman Al-Fahim. Aliás, nos últimos dias é visivel que a maior parte dos clubes está a ser vendido, sendo maiores as notícias de futebol de Inglaterra baseado neste facto em vez da habitual dança de jogadores.

david-villa-2Outro jogador que parece estar prestes a mudar de ares é o avançado David Villa do Valencia. A crise atingiu o clube, que assim tem a necessidade de vender as maiores pérolas do plantel.

Tudo aponta que Villa assine pelo Real Madrid (mais um jogador) por verbas a rondarem os 37 milhões de euros.

Patrick-Vieira-001O veterano médio Pratik Vieira, actualmente a actuar no Inter de Milão de José Mourinho, poderá voltar agora a França e actuar ai os últimos anos da longa carreira cheio de triunfos. É falado nos meios de comunicação social sobre o interesse de Lyon e Paris Saint German. A verdade é que Vieira, agora com 33 anos de idade, vê com bons olhos o regresso a casa.

LUCA_TONINum dos últimos conhecidos rumores, fala-se de um interesse elevado do treinador do Barcelona, Pep Guardiola, no avançado Luca Toni do Bayern Munich. O possante avançado italiano que conta com 32 anos de idade, vê com grande interesse a mudança para o actual campeão de Espanha e da Champions League. Guardiola sabe perfeitamente que Toni é sinónimo de golos.

brunoalvesIgualmente do Barcelona, fala-se intensamente nas últimas horas na comunicação social italiana sobre um acordo alcançado com o FC Porto para a aquisição do defesa central português Bruno Alves por uma verba a rondar os 22 milhões de euros. Existem de facto imensos clubes interessados no jogador português, quer em Espanha, quer em Itália, por isso parece cada vez mais claro que o Futebol Clube do Porto irá perder o contributo do central para a próxima temporada.

Vamos ficar atentos ao que o mercado poderá trazer nas próximas horas e vamos actualizando aqui a informação.

Eleições Europeias 2009

Terminado está o 1º ciclo de votações do ano. Em causa esteve as eleições para o Parlamento Europeu.

Existem muitas interpretações dadas aos resultados, mas nenhuma delas é idêntica ou aproximada à minha infelizmente.

Ao contrário de todos, para mim é claro que a grande vitória destas eleições vai para a Abstenção, Votos Brancos e Votos Nulos, que somados dão o belo resultado de 6.334.654 de votos num total possível de .9658.945 possíveis. Estamos a falar portanto de 69.77% dos votos!!

Em sentido contrário, acredito que os grandes derrotados foram os portugueses. Porquê?

  • Porque infelizmente mesmo estando os portugueses mergulhados numa realidade que não é estranha nem anormal a ninguém decidiram não mudar;
  • Porque infelizmente os portugueses voltaram a perder uma opurtunidade de cortar radicalmente com o passado dos últimos 35 anos que tem “apenas” desvalorizado o nosso país e o seu bem mais precioso, os cidadãos deste país;
  • Porque no fundo apesar de gostarmos de criticar tudo e todos, acabamos por cometer vezes sem conta o mesmo erro de não ir votar e entrar na classe da Abstenção;

Alguém com o mínimo de “tico & teco” no nosso país acreditava que os partidos do poder iam perceber (leia-se dizer em público) o significado real da abstenção? É claro que não iam! Se já mentem com todos os dentes que têm na boca sobre coisas mais insignificantes, iriam dizer a verdade sobre isto? Só um lírico acreditaria nesse milagre…

Presidente do Partido Socialista, Almeida Santos

Presidente do Partido Socialista, Almeida Santos

Em declarações após o conhecimentos dos resultados, o presidente do Partido Socialista, Almeida Santos, declarou sem pudor nem rancôr, que os resultados não tinham como destinatário o Governo Português actual.

Isto era o esperado. Mudar entre PSD e PS não pode ser a solução para Portugal. Os resultados da governação destes partidos (PSD, PS, CDS/PP, BE, CDU, PC) é mais do que conhecido. Não vale a pena repetirmos, porque basta olhar para os últimos 35 anos. O mal está diagnosticado e temos que procurar soluções em Movimentos que não procuram a política para fazerem carreira profissional. Antes acabam por se dedicar à política para poderem deixar um país em melhores condições para os nossos filhos e netos.

Movimento Mérito e Sociedade (MMS)

Movimento Mérito e Sociedade (MMS)

A título pessoal congratulo-me com um resultado das eleições de ontem do Movimento Mérito e Sociedade (M.M.S), que apesar de não ter sido o suficiente para ter um impacto mais geral, foi o suficiente para mostrar aos portugueses que existem boas soluções para Portugal quando pensamos primeiro em Portugal.

Se nada fizermos, nada acontece!